Lua Crescente anseia pela plenitude – viagem da felicidade!

No 3º dia da lua nova, a lua parecia muito triste.  Novamente  ela começou a rezar para o Sol, pedindo que ele aparecesse. Quando ela estava começando  a perder as esperanças, o Sol apareceu radiante :-“Olá, minha querida…. Eu tenho pensando em você . Esta tudo bem ? Sua forma crescente esta linda …. Como você pode estar triste ?

A lua disse: -“Você é tão sortudo! Você é cheio, completo e redondo,  durante todo o tempo e eu não . Há dias em que estou na forma  crescente, algumas vezes num crescente  maior e algumas vezes em  meio círculo  e apenas uma vez a cada mês como lua cheia”. Com lágrimas nos olhos, e com a voz trêmula, a Lua disse ao Sol : “ Eu desejo ser completa e cheia o tempo  todo.”

E continuou , “Eu tenho sentido que sempre que eu estou feliz, eu desejo que nada seja diferente. Tudo está perfeito. Por que isso não pode ser assim o tempo todo? Por que a felicidade vem e vai ? Minha felicidade  se manifesta mais em alguns dias do que em outros.Mesmo na terra, quando as pessoas querem se referir a algo que muda, elas dizem, por exemplo, “a lua crescente e decrescente”  . Eu sinto como se elas estivessem brincando comigo e meus sentimentos.

“Eu tenho tentado várias coisas, mas nada tem mudado. Eu tentei fazer yoga, falar com a lua vizinha – ela também possui o mesmo problema. Então, eu me sinto pior falando com ela. Eu tentei ter pensamentos positivos, me lembrando de como era brilhar durante a lua cheia. Mas nada disso funciona. Isso me ajuda apenas por um tempo, depois volto à estaca zero. Existe alguma solução para o meu problema? Como você não tem problema? Sendo o sol, você fica encoberto frequentemente pelas nuvens. Talvez, você se sinta deprimido como eu. Não sei se você poderia me ajudar… você pode?

O Sol sorriu gentilmente e disse: “Minha queria, Eu ouvi você totalmente. Você é tanto quanto eu sou. Eu sou tanto quanto você é.”

A lua pensou que o Sol havia enlouquecido, mas decidiu não expressar seus pensamentos. Pensou que talvez o Sol estivesse cansado de brilhar o tempo todo. Em vez disso ele disse : “Oh sol ! Com todo respeito,  isso não soa como algo espiritual?  E ainda, por  me fazer  brilhar talvez você saiba de alguma coisa que eu não sei. Me conte mais ! “

“Minha querida, nós precisamos indagar mais sobre o que nós percebemos como a natureza mutável de felicidade ou plenitude. Você quer saber mais? “

Sentindo-se aceita e vendo a compaixão do Sol em ajudá-la, a lua começou a relaxar e a ouvi-lo atentamente.

O Sol continuou, “A maioria de nós  foi ensinada que felicidade esta fora de nós. Seja se relacionando com alguém, buscando alguma coisa ou adquirindo algo. Você  acabou de compartilhar como você tentou todas essas coisas. Se você acha que a felicidade esta fora , você acha que  ela entra em nós  através das: realizações, disciplinas espirituais, relacionamentos  , etc?

A lua disse com hesitação: “Não, eu não acho!”  O sol  então perguntou “ Da onde  vem a felicidade? “

Um pouco confusa a Lua disse “ Eu não sei – Isso é um sentimento … Isso deve vir de algum lugar … talvez isso seja a combinação da minha mente com a situação externa… Por que a minha felicidade não dura ? Eu quero me sentir completa e feliz em todas as situações, em todo o tempo .”

O Sol sorriu e disse : “ O que acontece num dia de lua cheia ? Você brilha maravilhosamente. Não existe nada que cubra você. A sua verdadeira natureza é revelada. Será que é o dia que te  traz felicidade? Você pode achar que sim. Mas na verdade, isso apenas invoca o que já esta dentro de você . Tudo em você  é capaz de brilhar porque é assim que  você é.  Você se esforça para atingir a sua plenitude  ? Não.

“Sim, eu sei disso … mas eu não me sinto completa” disse a lua.

Uma certa  situação  –  que nos consideramos como favorável, onde  não experimentamos nenhuma divisão entre nós e a situação,  é geralmente entendida como felicidade. Quando nós estamos felizes, nós não reclamamos que estamos felizes. Nós não queremos que se mude algo. Isto é o mais condizente com a nossa natureza. Seja um dia de lua nova ou de lua cheia, você esta plena e completa o tempo todo. Você consegue ver isso?

 O sol continuou: “Entenda que algumas situações acontecem para permitir que a sua felicidade se manifeste mais do que em outras. Não é o poder da situação. Pois nós não vemos nossa própria realidade, nós a projetamos nas situações. Quanto mais nós pensamos que a felicidade esta fora, mais nós iremos desejar alterar a nossa situação. Quanto mais alteramos a nossa situação e tentamos e manipulamos todos os fatores, mais nós vemos a felicidade como um projeto a ser atingido. Isso se torna uma longa viagem, sem fim e sem resultado à vista. Tudo isso está correto se a felicidade esta realmente fora. Mas na verdade, é você. Cada momento de felicidade é um vislumbre da sua verdadeira natureza.

A natureza de um sentimento é passageira- vai e vem … Ele não tem uma existência própria. Não é ?  Por causa da grande ênfase na emoção – pensamos que o que sentimos é a forma como as coisas são. Quanto mais pensamos sobre isso e pedimos a ajuda de um Guru que tenha essa visão, mais claramente você verá o que eu vejo. Meu guru, o Dourado, ensinou-me isso e eu estou ensinando para você. Nenhuma das situações, nem mesmo eu, podem mudar a verdade de que você é – sua realidade, sua plenitude.”

A lua começou a rir de felicidade. Mas, desta vez foi diferente e ela exclamou: “ Como é engraçado, tudo isso. Falando realmente,  a viagem para a felicidade era uma viagem para mim mesma. E eu estive pensando que eu era incompleta. Eu tenho desejado, chorado e rezado por plenitude…  O tempo todo,  a plenitude tem sido a minha natureza.  Não há mais necessidade de viajar….

Om Tat Sat

Esse texto foi escrito por Mrinalini Rao.

Showing 0 comments
  • carlos
    Responder

    Eu me sinto como a lua e apesar de ter a compreensão desta situação, a emoção
    tem vida própria e não acompanha a razão. Como controlar a emoção ?

  • admin
    Responder

    Ola Carlos,

    namaste, obrigado pelo seu comentário.
    As emoções são realmente dificieis de serem controlados e de verdade não foram criadas para isso.
    Elas devem ser processadas com ajuda de um suporte externo dependendo do sua força e aceitas como parte da sua história e personalidade. Espero ter ajudado um pouco.

    abraços e harih om

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search