Aprendendo a Rezar

Deus me livre! Mais uma pessoa querendo me impor uma religião! Quando alguém fala sobre aprender a rezar, essa é a reação saudável de qualquer pessoa que vive em uma sociedade marcada por guerras e disputas religiosas, com líderes que viajam para Miami com os bolsos cheios de dinheiro. Se for possível nesse momento largar os conceitos sobre religiões e sobre o que é devoção, podemos entender que a reza ou a oração faz parte da vida de todos nós naturalmente.

A vida moderna que tem o foco puramente material não dá espaço a mente de refletir sobre a temporalidade do mundo. Vivemos como se fossemos viver para sempre, tratamos as pessoas como se tudo fosse permanente, imutável e real. Quando estamos lidando com o outro tem tanta coisa que fazemos que é só porque não enxergamos nada além dos fatos naquele momento. Essa maneira de viver não é verdadeiramente saudável, pois mesmo nos próximos segundos não saberemos se estaremos vivos ou não. E se você tem dúvida disso pergunte àqueles que perderam pessoas próximas, ou para àqueles que perderam seus filhos, que são muitos.

“A nossa estadia na Terra é muito frágil, se quisermos entender a essência de uma oração precisamos apreciar esse fato.”

Muitas pessoas se tornam religiosas quando tem filhos. O amor é bebê-rezandotanto em direção a criança quenosso instinto protetor nos faz pensar em tudo com objetividade e quanto mais objetividade mais nós entendemos que a vida daquela criatura frágil não está verdadeiramente em nossa mão. E o amor que sentimos por ela nos faz pedir ao universo que cuide desse ser. Não é possível protegê-lo de todas as doenças, nem das pessoas, que dirá dela mesmo correndo de lá para cá. Oh Deus proteja meu filho – Esse é um recanto encontrado por muitos pais que se sentem impotentes diante da criação dos seus filhos.

 A oração é a expressão saudável da pessoa impotente. Quem é impotente? Todos nós somos! Se qualquer um nesse planeta se acha realmente dono de si e da sua vida essa pessoa é louca. Não só não é dona de si, como depende de um monte de gente, em geral as pessoas que são obrigadas a escutar sua loucura. Essa é a história de todos nós. Se você se identifica com essa descrição, saiba que faz parte de um caminho e use essa impotência mesmo nesse momento para deixar brotar no coração uma devoção saudável. Uma expressão do reconhecimento do meu tamanhuzinho dentro desse mundo imenso.

buddha-krisha-jesusNão importa se você chama o criador de Shiva ou Ganesha ou qualquer outro nome, esse detalhe é totalmente irrelevante. Não importa nem mesmo se você acredita ou não acredita em Deus. Até porque dizer que Deus existe ou não existe ambos são uma crença, mas é possível independente de crenças e nomes deixar o coração falar e declarar sua impotência ao universo. Converse com a ordem que faz das coisas serem como elas são; e pense também que se essa ordem deu a possibilidade de existir uma oração no universo, ela com certeza vai produzir um resultado.

Nesse ponto diante dessa tradição enorme que existe para ser estudada é difícil explicar com detalhes a lógica por detrás de uma oração, mas um primeiro passo para esse entendimento é saber que o universo inteiro é um grande organismo vivo e que a vida não é restrita ao corpo dos animais e plantas.

Se abstrairmos um pouco nossa mente e imaginarmos a vida de uma pequena célula no corpo humano ela tem o mesmo problema que nós. Lá está a célula vivendo com suas amigas a beira do rio (uma artéria na imaginação).

  • Que dia lindo hoje!
  • Bom dia amiga, estou tão preocupada. Não sei se hoje o rio vai trazer para nós os nutrientes que precisamos, olha como só esta vindo hoje, só conservante e acidulante!
  • Ai amiga faz sua oração e joga seu pedido no rio ele traz para você.
  • Você e suas crenças ridículas! Você acha mesmo que o rio te escuta, olha só! É só água e comida boiando, me sinto uma idiota de pedir algo para o rio.
  • Oh Esmeralda, não é assim, o universo todo está vivo… O rio também faz parte dele. Sabe existe um ser único e responde a tudo que acontece aqui.
  • Eu não acredito! Isso é mentira! Eu to viva, você ta viva, mas o rio está morto… ah…

(A célula esmeralda nesse momento sofreu uma hérnia, rompeu a membrana celular e morreu… rsrs)

Sabe olhar para esse universo e entender que é um organismo vivo é o mesmo desafio que uma célula tem de entender que existe um ser humano ali. Na perspectiva dela são só rios, montanhas, comida assim como nós. Então ver esse universo aparentemente inerte não quer dizer que ele não esteja vivo. Porque vida não poder ser vista diretamente pelos nossos olhos. Até mesmo no corpo humano a vida é inferida através dos movimentos “inteligentes” do corpo. A hora que eles param dizemos que ele está morto. Infelizmente não conseguimos enxergar os movimentos “inteligentes” do universo e tudo que dizemos é que são as tolas leis da natureza…

Para rezar precisamos ampliar nossa visão e antes de mais nada limpar a mente de todos os conceitos religiosos impostos a gente e assumir a realidade da vida humana. Na apreciação da imensidão do universo a oração é muito natural, o esforço é só de largar os preconceitos e nossa tentativa de controle. A oração é expressão de uma mente saudável é a expressão da humildade.

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search