Gaṇeśa Caturthi 2017

गणानां त्वा गणपतिं हवामहे
कविं कवीनामुपमश्रवस्तमम् ।
ज्येष्ठराजं ब्रह्मणां ब्रह्मणस्पत
आ नः श्रृण्वन्नूतिभिः सीद सादनम् ॥

gaṇānāṃ tvā gaṇapatiṃ havāmahe
kaviṃ kavīnāmupamaśravastamam ।
jyeṣṭharājaṃ brahmaṇāṃ brahmaṇaspata
ā naḥ śrṛṇvannūtibhiḥ sīda sādanam ॥

gaṇānām – dos gaṇas; tvā – você; gaṇapatim – Senhor dos grupos; havāmahe – nós invocamos; kavim – sábio; kavīnām – dos sábios; upamaśravastamam – da mais alta fama; jyeṣṭharājam – rei dos mais exaltados; brahmaṇām – dos Vedas; brahmaṇaspata – o Guru; ā – em direção a; naḥ – nossa; śrṛṇvan – ouvindo; ūtibhiḥ – com meios de proteção; sīda – sente-se; sādanam – no (nosso) altar

Nós invocamos Gaṇapati, o senhor dos grupos de gaṇas, o sábio dos sábios, o rei dos mais exaltados, da mais alta fama, o Guru dos Vedas. Ouvindo (as nossas orações), (venha) em nossa direção com meios de proteção e sente-se no (nosso) altar.

Encontrada no Ṛgveda, essa é uma das mais antigas e famosas orações a Gaṇapati, cujo significado é auspicioso lembrarmos neste próximo dia 24 de agosto, em que se comemora Gaṇeśa Caturthi, o mais importante festival em homenagem ao famoso “Deus elefante”.

A principal característica de Gaṇeśa ou Gaṇapati (são sinônimos), contudo, muito mais que sua cabeça de elefante é a proeminência do seu intelecto e sua soberania frente aos outros grupos de devas. Na verdade, é apenas tendo em vista esses atributos descritos nos mantras védicos que todo o simbolismo do elefante referente a Gaṇeśa foi desenvolvido, sendo notória a grande inteligência e memória desse animal, bem como sua supremacia frente a qualquer outro animal da selva.

Gaṇeśa é Bṛhaspati (Brahmaṇaspati), também identificado como o planeta Júpiter, o Guru dos devas e preceptor inclusive de Brahmā, o criador.

A grande inteligência de Gaṇeśa é ilustrada mesmo nas purāṇas e itihāsas, como no episódio em que ele foi o único capaz de anotar o Mahābhārata na velocidade em que fluía da boca de Vyāsa (que, como uma encarnação do Guru, foi encarnação também do próprio Gaṇapati), que, além da rapidez, também exigia do seu taquígrafo que entendesse o sentido completo de cada frase dita antes de anotá-la no papel (folhas de palmeira, no caso). A proeza foi facilmente realizada por Gaṇeśa, usando uma de suas presas como caneta.

A sua perspicácia é retratada também na história que nos conta como ele se tornou gaṇānāṃ gaṇapati, o chefe dos gaṇas, o exército de entidades a serviço de Śiva. Alcançaria o prestigiado posto quem quer que desse a volta no universo inteiro e retornasse antes aos pés de Śiva, vencendo a corrida. Dada a largada, os devas afoitos dispararam a toda velocidade, fazendo Gaṇeśa comer poeira cósmica.

Mas ele não se desanimou com a lentidão do seu passo (imaginem um elefante montado em um rato!), pois confiava na rapidez insuperável do seu intelecto. Com o sorriso no rosto de quem esconde um trunfo nas mãos, Gaṇeśa virou-se devagar e, andando não mais que uns poucos passos, deu uma volta completa em torno de Śiva, que o observou curioso. Ao ser perguntado sobre a razão do seu comportamento, respondeu: “Ora, todo o universo não é senão você. Eu acabei de vencer a competição“. Satisfeito, Śiva nomeou-o o primeiro e único Gaṇapati, chefe dos gaṇas, Jyeṣṭharāja, o mais exaltado dentre os exaltados devas.

É por esses e tantos outros feitos que Gaṇeśa é considerado o mais sábio dentre os sábios, kaviṃ kavīnām e desfruta de insuperável fama, upamaśravastamam.

O mantra pede: “Tendo ouvido as nossas orações, venha em nossa direção, armado com seus meios de proteção como o machado e o laço, e sente-se no altar que construímos para você”.

No dia de Gaṇeśa Caturthi é costume moldar um Gaṇeśa feito de pasta de cúrcuma e um pouco d’água, colocá-lo no altar, acender uma vela ou lâmpada de óleo e oferecer-lhe flores vermelhas, incenso e doces feitos em casa (pode ser brigadeiro mesmo, na falta das famosas modakas). Depois de realizado o ritual, peça para que Gaṇeśa deixe o ídolo de cúrcuma no qual ele foi invocado e desfaça-se dele jogando-o em um rio ou riacho, no mar ou mesmo na terra. O ritual estará completo.

Que Gaṇeśa ilumine nosso intelecto com uma partícula da sua infinita sabedoria e nos torne aptos para compreender e assimilar completamente o conhecimento de Vedānta.

ॐ महागणपतये नमः

Oṃ Mahāgaṇapataye Namaḥ

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search