Não procures mais

Queres ser livre? Procuras liberdade?
Descobre primeiro o que te aprisiona…
Descobre primeiro quem está preso…

Talvez descubras que a prisão é uma noção.
Que a prisão não é mais que um filme de ficção,
Feito de imagens e conceitos em que muito acreditas.

Esse que acredita tem que ser desacreditado
Pois se assim for, o filme é totalmente erradicado
E a liberdade da prisão deixa de fazer sentido,
Pois liberdade é um conceito muito acreditado.

O que procuras não vem com nenhuma procura…
simplesmente não vem, não vai, não é alcançado.
O que procuras jamais poderá ser encontrado,
Porque de facto nunca esteve ou estará perdido.

A procura é o procurador à procura de si mesmo…
Assim como um pote de barro frustrado e infeliz
Parte de viagem determinado a encontrar barro,
Também muitos esperam encontrar-se um dia.

O que é, é! E tu és! Nunca num momento não foste!

“Paulo Vieira – Portugal.”

 

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search